• “essa vida - seja lá o que for - é curta. esse destino é cruel, mas talvez não aleatório. essa natureza (que significa morte) sempre vence, mas isso não significa que temos que nos curvar e rastejar a ela. que talvez, mesmo que não estejamos sempre tão felizes de estar aqui, é nossa tarefa mergulharmos de qualquer maneira: atravessar direto, direto pela fossa, mantendo os olhos e os corações abertos. e em meio à nossa morte, à medida que subimos do orgânico e afundamos ignominiosamente no orgânico, é uma glória e um privilégio amar o que a morte não toca.”
feb 20 2021 ∞
feb 20 2021 +