encontramos na natureza coisas que têm a possibilidade de existir e de não existir, visto que são geradas e corrompidas e, por isso, é possível que existam e não existam. mas é impossível que sempre existam, pois o que pode não existir num momento, não existe. portanto, se tudo pode não existir, logo houve um tempo em que não existia nada. ora, se assim fosse, mesmo agora não existiria nada, pois o que não existe começa a existir somente a partir de algo já existente. se, portanto, nada existia, seria impossível que algo viesse a existir; e, portanto, mesmo agora nada existiria – o que é absurdo. logo, não somente todas as coisas existentes são meramente possíveis, mas deve existir algo cuja existência é necessária. mas toda coisa necessária pode ter ou não sua necessidade causada por outra. porém, é impossível progredir infinitamente nas coisas necessárias ...

jan 5 2022 ∞
jan 5 2022 +

abajur, ânfora, alva, biombo, boiserie, boudoir, bucolism, cariátide, candura, convescote, garret, hygge, insight, rocaille, salonnière, moksha, apsará, chambre, candelabro, dândi, nácar, petricor

dec 1 2021 ∞
jan 12 2022 +
feb 14 2018 ∞
jan 5 2022 +

whoever you are, now i place my hand upon you, that you be my poem, i whisper with my lips close to your ear, i have loved many women and men, but i love none better than you. walt whitman

dec 18 2021 ∞
dec 18 2021 +