Já estamos em 2021 e eu nunca mais escrevi aqui. Senti saudades pq amo vir reler como era minha vida. Na última vez que vim aqui, o Brasil tinha atingido 1 milhão de casos de covid, e hoje (05/01) estamos com 7.753.752 casos. Chocante né. Ultimamente minha cabeça ta tão cheia de pensamentos que parece que vai explodir. Hoje lembrei disso aqui e pensei "porque não voltar a escrever aqui?".

  • 01.01| a virada foi super sem emoção. Sempre que da 00:00 eu juro que sinto uma chave virando, mas dessa vez não senti NADA. Tiveram poucos fogos, não cantamos adeus ano velho, eu não tinha feito minhas cartinhas de gratidão e metas, não estava com as pessoas de sempre, etc etc. Fomos dormir logo depois. De manhã fui pra praia, tomei um banhão de mar, me irritei pq meu pai não usava máscara (eu tirava só pra entrar na água, e ainda assim ficava longe de todo mundo). Dormi antes e depois do almoço. Acordei no fim da tarde, tentei passar minhas fotos pro computador de novo, e foi isso.
  • 02.01| acordamos cedo e já fomos pra Floripa. Foi legal ver meu apartamento, o cheiro ainda era o mesmo de março, então fiquei triste e nostálgica. Passamos o dia meio num limbo kkkk almocei cachorro quente e jantei sushi.
  • 03.01| tomamos café na padaria pq não tinha comida em casa. Depois fomos pra praia da Daniela, que tava lotada (fomos lá pq nunca tem ninguém). Fiquei de máscara o tempo inteiro, mas vi pouquíssimas pessoas com. O mar tava incrível, queria poder ter ficado lá o dia inteiro. Fomos no mercado, Laura foi lá pegar alguns móveis, almocei guacamole, cochilei a tarde e depois encaixotamos as coisas. Fui dormir triste pensando como era a última vez que eu dormia lá.
  • 04.01| acordamos cedo pra terminar de encaixotar as coisas. Assim que o cara do frete chegou meu terror começou. Foi só abrir a porta que ele já começou a pegar todas nossas coisas e entregar pros ajudantes, e só dava eu e minha mãe desesperadas gritando "NÃO É PRA LEVAR ISSO". Sério, não dava nem tempo de a gente falar o que era pra levar ou não, e ele "calma calma vamos com calma", sendo que ele que tava fazendo tudo errado. QUE ÓDIO. Levamos tudo pra Elis e voltamos pra casa pra colocar tudo no carro. Meu pai tava sendo muito babaca comigo. Fomos almoçar no shopping e quando vi a praça de alimentação LOTADA e sem distanciamento falei que não ia comer lá. Meus pais me deixaram na fila e foram sentar. Eu comecei a ter um mini ataque de pânico, meu olho encheu de lágrima e eu fiquei olhando pra cima pra não chorar, eu me arranhava e beliscava na agonia, meu corpo inteiro tremia. Tentei comer super rápido pra sair logo de lá. Depois entregamos o apartamento, e doeu tanto ver ele vazio. Meu olho encheu de lágrimas mas eu não queria chorar lá. Começamos a viagem, meu pai continuou sendo um puta dum babaca, paramos na tia Mari e depois seguimos viagem. Chegamos em casa quase 21h, tomei banho, descongelei uma comida, e fui dormir.
jan 5 2021 ∞
jan 5 2021 +