• Quando o assunto é tipos de home office, existem três cenários comuns e distintos:
    • o home office dos sonhos: aquele inspirado no Pinterest que você mobilia mentalmente há anos. Além da estética impecável, ele parece perfeito para finalmente bombar seu feed no Instagram.
    • o home office ideal: Possui todos os equipamentos dos quais você realmente precisa. Você também já conseguiu investir numa decoração bacana, que te ajude a trabalhar mais relaxado e motivado.
    • o home office possível: Seu inventário aqui se restringe ao absolutamente necessário para desenvolver um bom trabalho. Geralmente é composto por vários produtos mil em um e faça-você-mesmo.
  • É claro que quando nos imaginamos criando um escritório dentro de casa, imaginamos o home office dos sonhos. Logo damos cabo de mentalmente planejar uma filial do Google no nosso cantinho, cheia de referências pop e com um design que aspire expertise e juventude. Mas a verdade é que provavelmente seu negócio será iniciado com a opção menos divertida dentre essas três: o home office possível.
  • Aceitar isso o quanto antes garante que paremos de tentar impressionar o decorador de interiores dentro da nossa cabeça e passemos a dar ouvidos ao nosso engenheiro interior. Esse personagem existe dentro de nós como o responsável pela materialização do nosso projeto, no sentido mais prático possível. É ele quem sabe que não adianta imaginar paredes de lousa e cadeiras hiper-tri-super macias de 3.000 reais se o budget da empreitada é de 300. Beira ao absurdo, né? Mas é nessa armadilha que caímos quando algo tão glamourizado quanto trabalhar em casa se torna viável e perdemos a clareza e o foco.
  • Portanto, tenha em mente que ser realista, nesse momento, é mais importante do que ser blogueirinha. É a saúde do seu negócio e dos seus funcionários (no caso, você mesmo) que está em jogo!
  • Em breve, seu negócio estará de vento em popa e o céu será o limite quando o quesito for decoração. Até lá, mantenha os pés no chão.
  • Esclarecido esse ponto, gostaria de deixar claro também que o que sugiro aqui é o que considero o básico para o meu trabalho. Talvez você precise de itens a mais ou a menos - só sua consciência poderá dizer.
  • Recomendações feitas, vamos ao passo a passo de como montar um home office do zero e sozinho. Acredite, é fácil!
  • 1. Delimite o espaço: Saber exatamente qual o cômodo ou area da sua casa abrigará seu esucritório já te dá uma boa ideia das suas limitações.
  • 2. Liste obstáculos: Há algo que te incomode nesse cômodo/espaço em particular? Pouca luz natural, competição com outros ambientes, falta de espaço para uma mesa... Esse é o momento de encontrar todos os pequenos detalhes que podem atravancar seu trabalho no futuro e correr atrás de soluções. Falando nisso...
  • 3. Liste as possíveis saídas para o seu problema: Você nao precisa ter todo o projeto em mãos agora, mas uma pequena lista de alternativas pode ser o suficiente para te mostrar que tudo é contornável. Uma luminária barata, mudar alguns moveis de lugar, instalar uma mesa flexível ou dobrável... São ações pequenas (e baratas) como essa que viabilizam um home office mais confortável, mesmo que pouca grana disponível.
  • 4. No início, compre o básico: Para mim, ter um computador, internet, um bloco de notas e uma mesa/cadeira razoável é o suficiente. Como eu disse anteriormente, suas necessidades podem ser maiores ou menores, então sinta-se livre para colocá-las no papel quantos itens forem melhores às suas condições. Se policie somente para não sair do "básico" e entrar no apaixonante espaço do "desejado"! Embora cheio de frufrus bacanas, há a possibilidade de que uma lista enorme te desanime muito, por não exprimir a realidade atual da sua empresa, e acabe te fazendo desistir. Nessas horas, lembre-se de que nada precisa ser perfeito agora. Feito já é o suficiente.
  • 5. Procure por facilitadores: Tutoriais na internet te ensinam a fazer produtos por 25% do preço de loja. Grupos no Facebook, juntamente com sites como OLX, reunem anúncios de usados - para conseguir bons produtos, garimpe bastante, tenha paciência e pechinche. Reforme móveis que estejam parados em sua casa ou na casa de parentes. Qualquer artimanha que te permita economizar e investir no que realmente demanda maior grana, como itens de informatica, por exemplo, são bem-vindas. Seja criativo!
  • 6. Enfeite: Esse verbo bonito que me lembra o Natal entrou nessa lista somente para te lembrar de permear seu ambiente de trabalho com coisas que te inspirem. Fotografias, pôsteres e quadros são imprimíveis, têm baixo custo e alta carga emocional. Esses itens, por si só, não fazem diferença para mais ninguém, concorda? Mas te lembrar da importância do seu trabalho para você, sua família e para o mundo. Caso precise de inspirações, acesse o nosso Pinterest - ele está recheado de referências e freebies.
sep 8 2018 ∞
sep 14 2018 +