• Ótimo filme até pouco tempo antes de estragarem o final.
  • O pai tava viajando no dia de Ação de Graças com a mulher e a filha. A mulher vai num banheiro na estrada e ficam pai e filha fora. Ele tira o olho da filha, e ela cai de uma altura, por medo de um cachorro. O pai pula atrás tentando salvar a menininha. Acaba que ela só machuca o braço. Aí na correria toda da família, eles vão para um hospital. Lá, custam a atendê-los, e parece um ambiente meio suspeito.
  • O pai, após deixá-las para irem ao raio X, acaba cochilando na sala de espera, e, ao acordar, não as encontra. Começa a procurar desesperado, pedindo informações, e nada de terem visto a família dele. Parece que todos estão tramando contra ele pois parece que rola venda de órgãos nesse hospital,e parece que foi tudo tramado pra roubarem os da família dele.
  • No fim, ele consegue render todo mundo (pega arma de policiais que ele encontrou e que foram lá para ajudar a investigar e ver se ele tava certo). Nisso, ele chega ao tal subsolo, pega a mulher e a filha que estavam prestes a terem seus órgãos removidos já em sala de cirurgia, e vaza.
  • Reviravolta: na verdade, não eram mulher e filha que ele pega. Eram duas pessoas aleatórias que lá estavam, e que ele imaginou/alucinou que fosse a família. E aí passa em flashback que, na verdade, ele matou a filha, num acesso de raiva, e a mulher, ao empurrá-la quase que no mesmo momento.
oct 14 2019 ∞
oct 14 2019 +