user image

i am a lover without a lover. i am lovely and lonely and i belong deeply to myself.

bookmarks:
  • "de manhã, acordei chorando. ultimamente, tem sido sempre assim. já nem sei se meu pranto é de tristeza. acho que meus sentimentos se foram com as lágrimas."
  • "tudo aconteceu num intervalo de quatro meses; praticamente o de uma única estação do ano. foi nesse curto espaço de tempo que uma garota desapareceu deste mundo. se considerarmos que existem seis bilhões de habitantes, certamente sua perda é "insignificante". mas não estou com esses seis bilhões de habitantes. estou num lugar em que uma única morte extinguiu todos os meus sentimentos. estou num lugar assim. e nesse lugar sou aquele que não vê, não ouve e não sente mais nada. mas será que realmente estou aqui? se eu não estiver, então, onde estou?"
  • "do passado, restavam inúmeras lembranças que, ao serem recordadas, faziam-me sangrar. e, sangrando, eu repassava essas memórias. será que um dia esse sangue derramado se coagularia e se transformaria em uma crosta dura? será que algum dia, quando as lembranças de aki viessem à tona, eu não iria sentir mais nada?"
  • "desde que aki morrera, a compaixão e o conhecimento do mundo dos adultos me soavam apenas como pretextos ou tentativas de me enganar. eu não aceitava nada que não tivesse um fundamento calcado numa experiência real. não conseguia aceitar nenhum argumento que não estivesse de acordo com o fato de aki não estar mais entre nós."
  • "a luz do sol, ao incidir sobre a vegetação, destacava de tal maneira os pinheiros ali plantados que eu tinha a impressão de que podia distinguir cada um de seus galhos. era uma vista tão linda que chegava a ser um desperdício tê-la somente para mim. como seria bom se eu pudesse compartilhar esse cenário com aki, pensei. e era assim que eu vivia todos os dias: desejando coisas que não podiam ser realizadas."
  • "às vezes, nem eu mesmo sei se é real ou apenas um sonho. chego a duvidar se aquilo que houve no passado realmente aconteceu de verdade. isso acontece até mesmo com as pessoas que a gente conhecia. depois que elas morrem, com o passar do tempo, temos a impressão de que nunca viveram neste mundo."
nov 7 2020 ∞
mar 1 2021 +