• Tenho pavor de bagunça. Adoro organizar.
  • Adoro listas. Sou meio sistemática.
  • Faço cadernos desde 2016.
  • Gosto de ler poesias contemporâneas: simples e que fluem bem.
  • E escrevê-las também.
  • Amo bruxaria natural.
  • Adoro formas de autoconhecimento. Testes ou mapas.
  • Amo viajar. De carro, principalmente. Estradas são sensacionais.
  • Adoro fotografar, apesar de não praticar tanto quanto gostaria.
  • Meu sonho há anos é ter um apartamento pequeno e simples em harmonia comigo. Para fluir melhor, pensar direito, criar.
  • Sou 'meio' dramática. Exagerada.
  • Adoro dar conselhos bons e me fazer útil.
  • Geralmente sou espontânea demais, e gosto de pessoas que me permitam ser assim sem me censurar.
  • Adoro brisa e vento na cara.
  • Andar de carro não tem graça se a janela está fechada.
  • Sou bem distraída. Avoada.
  • Gosto de números pouco óbvios. Detesto 13, 10, 7, 1. Gosto de 37, 43, 26, 62 e primos em geral.
  • De setembro a março (2015-6), emagreci 15 quilos. Motivos variam entre virar vegetariana, medo e estresse. Mas principalmente estresse.
  • Me enche o peito conseguir criar algo que goste. Um nome, história, música, ilustração... Ter uma boa ideia.
  • Tenho tremor essencial. Manusear coisas com agilidade e precisão aumenta meus tremiliques e me deixam meio rígida.
  • Meus braços podem se entornar bastante. São ligamentos frouxos.
  • Tomo sopa de garfo.
  • Minha cabeça corta raciocínios. Eu me distraio MUITO. MUITO. M U I T O facilmente. MUITO.
  • Tenho repulsa sem sentido por algumas comidas simples, tipo tomate.
  • Sou ferrenha. Não abro mão do que acredito.
  • Não gosto de ser pressionada, interrogada, questionada, cobrada. Não é que "não goste". Isso é pouco. Não tolero. Não suporto. Não consigo respirar.
  • Me vejo como uma pessoa bem claustrofóbica. Preciso de espaços abertos e ventilados.
  • Adotei um gato em 2014 e o perdi em 2018. Se chamava Jean-Michelle. Era Brisa nos 3 meses que pensei ser fêmea, mantive como 'Gato' (tipo bonequinha de luxo) e depois usei Jean-Michelle como o nome do Basquiat, porém meio modificado. Amo gatos.
  • Girlbands são amor. E escuto mais mulheres do que tudo na vida.
  • Quando me permito pensar a respeito da imensidão do universo que nunca vou entender, fico meio doida.
  • Tenho muitos hobbies e 99% deles está no meio da arte e comunicação.
  • Meu corpo e as horas do dia apenas não acompanham a velocidade da minha mente. Tipo, de jeito nenhum.
  • Guardo rancor quando sou magoada.
  • Normalmente estou sob controle emocionalmente, mas mesmo quando dou uma pirada, resolvo, dou meus pulos sozinha.
  • Preciso de pessoas, de conversar, de sair. Gosto de pessoas. Mas sou meio neurótica: tenho a sensação de que estou fazendo e falando a coisa errada para elas e isso as faz manter algum rancor oculto de mim.
  • Me pego tentando agradar frequentemente. É uma bosta.
  • Sinto uma sincronia psicodélica por cores. Sou obcecada por elas.
  • Um dos meus maiores medos é ser irrelevante.
  • De acordo com a numerologia, não sou desse planeta.
  • Adoro o dicionário informal.
  • Não sei dizer se sou introvertida ou extrovertida. Na verdade, pelo MBTI, só tenho certeza do -NF-. Na verdade, acho que o J também é certo. Talvez o N não seja...? Calma.
  • Meus sentimentos são meio desvinculados entre si dentro de mim. Se contradizem. Várias pessoas e aspectos no mesmo corpinho.
  • ASMR é uma das alternativas para me ajudar a dormir.
  • Desde a última vez que fiz os testes: sou INFJ, lado direito do cérebro predomina (visual, intuitivo), temperamento fleumático, vata-pitta, SCOAN.
  • Edit 29-01-18 agora sou INFJ lol
  • Type A/B (35-380) - mais A (257)
  • Colorscope
  • Atrasar me desespera. Grandes chances de chorar. Compõe muito dos meus pesadelos.
  • Tenho cinco tatuagens.
  • Adoro montanhas. Fotos, estar ali.
  • Viajar sozinha foi uma das melhores coisas da minha vida.
  • Sou bacharel em design gráfico e a área para mim é controversa demais. Amo, odeio etc.
jul 17 2014 ∞
dec 25 2018 +
user picture José Mauricio: La poesía contemporanea es muy buena. sep 26 2015
user picture Bárbara: "Atrasar me desespera. Grandes chances de chorar." Eu durante todo o ensino fundamental. Hoje em dia só choro por dentro mesmo haha feb 6 2017
user picture Bárbara: "Preciso de pessoas, de conversar, de sair. Gosto de pessoas. Mas sou meio neurótica: tenho a sensação de que estou fazendo e falando a coisa errada para elas e isso as faz manter algum rancor oculto de mim." EU!!!!
user picture Amanda Montt: Minina, num guento mais chorar por atrasos!! hahahaha e essa neura é tão forte que devia era ser o tema central da minha terapia. Coisa doida. feb 7 2017