• Deixar plantas trepadeiras tomarem conta do meu corpo até me engolir.
  • Ouvir uma música e gostar tanto dela ao ponto do meu corpo parar de ser matéria pra virar melodia.
  • Ouvir Shadows de Warpaint e ir desaparecendo aos poucos que nem quando uma sombra vai aos poucos tendo contato com a luz, mas nesse caso, a luz seria a música.
  • Tocar em uma cor e ter a existência absorvida por ela.
  • Evaporar.
  • Entrar em um quadro e existir nele de forma passiva, deixando de ser o contemplador pra me tornar o contemplado (o quadro Melancholy do Edvard Munch me passa a sensação de isso ter acontecido).
  • Estar com alguém (imagino esse alguém sendo a Camila) e parar de existir de forma solipsista: ela falaria, mais uma vez, que na verdade eu sou só fruto da imaginação dela, segundos depois ela perceberia quão absurdo é o que ela acabou de falar e desviaria seu olhar de mim, com o seu olhar sendo desviado eu me tornaria invisível e quando ela tentasse retornar a me olhar, acharia natural o fato de eu não estar alí e se questionaria se alguma vez eu já estive, chegando a conclusão que não.
  • Ter tanta energia acumulada em mim ao ponto de me tornar um buraco negro.
  • Ser puxada/absorvida pela terra.
  • Ser engolida pela minha própria sombra.
oct 16 2016 ∞
jun 6 2020 +
user picture Laraledjer: Good notes apr 10 2017