pra escutar mais artistas novos esse ano e conhecer mais álbuns pra trilha sonora da minha vida.

  • 20.01 ungodly hours, de chloe x halle. eu amo como as vozes delas se completam e como a batida de todas as músicas me trazem a sensação nostálgica de ouvir um rádio por um celular ruim com bateria infinita. elas tem um talento sem igual. filhas de Euterpe, eu diria.
  • 22.01 rainbow boy, por keiynan lonsdale. bem experimental, de certa forma? não de um jeito ruim, é claro que ele ainda 'tá tentando entender quem é como artista e pessoa. apesar das experiências dele serem bem diferentes das minhas, e de serem um pouco rasas (e liberais barra ciscentradas), ainda deu pra se conectar com algumas passagens. adorei ancient one.
  • 22.01 touch up, por mother mother. o som deles é extraordinário e eu já sabia disso por o my heart, mas touch up só confirmou. verbatim definitivamente foi minha música favorita.
dec 28 2020 ∞
jan 24 2021 +