user image

um lugar de reconhecimento talvez

julia follows:

O se deixar ser vulnerável o bastante para estar em um momento. E experienciar. Aceitar o tempo passando e apreciá-lo. Aceitar mudança como natureza. O turbilhão onde tudo acontece, tudo se ouve, tudo se é e a calmaria e o silêncio de se deixar estar, acontecer e ouvir. E ser. _______________________________________________________________

Não há nada que congele no tempo. Não há tempo que pare de contar.

Tudo muda, tudo é movimento –

Tudo é momento que tão logo chega, vai embora

E o próximo chega e o próximo e o depois dele

Nada permanece

Tudo é água

Tudo é água correndo pelos dedos

Tudo é mar aberto

Não espera, nem esquiva

Bate como ondas batem em pedras

Porque não há nenhum lugar para ir senã...

may 20 2019 ∞
may 20 2019 +

tem coisas que não entendo, tem coisas que parecem que não tem fim. Tem coisas que estou tão certa que criei, que ao pensar que talvez não tenha criado, dá medo de estar me enganando demais, mas não me deixo convencer totalmente. Tem coisas que são tão minhas, que não ouso mais falar em voz alta. E pensando bem, elas são tão minhas quanto de alguém que nunca existiu. E não sei mais o que é existir. Até onde o tempo se expande e as coisas que mal existiram, continuam a existir em algum lugar?

Se a ideia de tempo é andar pra frente e deixar como que em uma trilha coisas para trás, quer dizer que se pudéssemos voltar olhando, teríamos esses acontecimentos nos encarando de volta. Me pergunto se este teria acontecido mesmo. O que será que criei, o que será que bem de dentro eu teço sem nenhuma ligação com a realidade? E o que é a realidade senão al...

may 10 2019 ∞
may 10 2019 +

na há nada que você não possa fazer.

pense nisso. pense em seu corpo como uma extensão da sua mente. é o que ele é. seu corpo é seu e faz parte de você.

meu corpo.

como você funciona?

desenvolva sua expressão.

se desprenda de pouquinho em pouquinho do seu medo, se deixe ser autêntica.

seja para fora como é para dentro.

feb 27 2019 ∞
feb 27 2019 +

"Let me love the trees, the skies and the ocean, and that all-encompassing Spirit of which I may soon become a part. Let me, in my fellow-creature, love that which is, and not fix my affection on a fair form endued with imaginary attributes. Where goodness, kindness, and talent are, let me love and admire them at their just rate, neither adding nor diminishing; and, above all, let e fearlessly descend into the remotest caverns of my own mind, carry the torch of self-knowledge into its dimmest recesses- but too happy if I dislodge any evil spirit, or enshrine a new deity in some hitherto uninhabited nook."

- Mary Shelley, February 25, 1822 (Journal)

feb 27 2019 ∞
feb 27 2019 +

eu nem sei o que quero falar de verdade. é chato que minhas emoções são muito voltadas para tristeza.

Me sinto triste por coisas que não posso mudar, que não estão ao meu alcance. me sinto triste por pessoas que não conheço, por histórias que não conheço, por pessoas próximas que não conheço.

e sinto que não conheço (de fato) ninguém.

minha tia é um borrão de histórias que eu não lembro e mais tantas coisas que não sabia.

eu sou tão parecida com ela, talvez. e ela passou a vida sem me conhecer, nem eu a ela.

como a vida é nos dada é algo que nunca vou me acostumar. entendo que há beleza, entendo que temos o poder da mudança

mas é tão cruel o tempo passar, é tão difícil deixar ir

é muito mais difícil aceitar.

jan 7 2019 ∞
jan 7 2019 +

hoje tava me sentindo confiante de conversar com d sobre tudo que vem sendo construído em questão de convivência, morar junto, nosso relacionamento e tudo mais, e então comecei falando sobre como achava importante a gente dialogar mais, falar sobre os sentimentos para que a gente pudesse se entender melhor e o relacionamento não deteriorar e aí falei também de alcançar um equilíbrio na convivência, de entender os limites de cada um e respeitar, daí falei de ocupação de espaços, de como eu enxergo a casa só como meu quarto e como comecei a entender que gosto de calma e silêncio as vezes, e que acabo ficando reclusa no quarto mas é algo que sufoca também, algumas vezes. Reforcei a questão de que não estava querendo impor nada, que não tava pedindo que tudo sempre fosse do meu jeito ou como acho certo, mas que também não precisava ser sempre do jeito que tá sendo e ele...

nov 29 2018 ∞
nov 30 2018 +

ao ficar muito angustiada com tudo que está acontecendo dentro, todos os questionamentos.. lembrar que isso está acontecendo porque você está se olhando. continue. não há uma maneira certa ou errada de ser você mesma.

sempre lembre, respeite a si e procure respeitar o próximo.

nov 27 2018 ∞
nov 27 2018 +

alguma hora escrever sobre como duvido sempre do meu potencial, como não consigo me ver fazendo algo (carreira) no futuro, como acho que nunca vou ser boa o bastante pra ocupar um cargo

nov 26 2018 ∞
nov 29 2018 +
  • 01 - estar presente, praticar o foco, tentar diminuir as distrações
nov 23 2018 ∞
nov 23 2018 +
  • em relação a estar em casa, o problema é que não vejo como sendo minha casa, nem me sinto confortável, tanto por como foi todo o processo etc e também como fui reagindo as coisas, o que acabou criando vários bloqueios meus mesmo. Isso acaba que vejo meu quarto como "casa" e passo meu tempo todo nele, o que gerou vários hábitos (estar deitada o tempo todo, procrastinar demais, etc)
  • e como também já tenho uma personalidade de as vezes não querer contato e só de ficar quieta, ficar em ambientes comuns (sala, cozinha) é cansativo porque eles sempre estão presentes também, e se criou um hábito entre eles de tentar conversar e etc mas uma conversa que me desagrada em alguns momentos (como quando eu ficava jogando, e d falando que eu nao queria eles ali, que era pra eles sairem)
  • contudo, por causa disso, criei uma resis...
nov 22 2018 ∞
nov 22 2018 +

"o nosso cérebro acredita em absolutamente tudo que nós pensamos"

nov 17 2018 ∞
nov 27 2018 +

lembre-se: suas ações que vão definir quem você é para os outros. por mais importante que seja seu caráter e o que você pensa, você deve sempre se perguntar o que suas ações estão dizendo de você.

escute os outros, esteja atenta às necessidades das pessoas que te rodeia sem se negligenciar

nov 14 2018 ∞
nov 14 2018 +

acho que ainda não tinha parado para pensar desse jeito até hoje; me reconhecendo, me colocando em um lugar. acho que já vem de um tempo, essa procura por conexão, esse reconhecimento. mas estar no lugar, pertencer - isso é novo. ser menina ao nascer, e entender isso está à milhas de distância de se tornar mulher; assim como saber que eu gostava de beijar meninas aos 16 está à milhas de distância de me entender lésbica aos 21- entender as implicações, e pertencer nesse lugar. vestir esse lugar.

é engraçado pq com 18 eu poderia dizer que eu sabia que era lésbica, entendia isso. e entendia. como uma parte de mim, que eu poderia vestir só em momentos apropriados. que eu poderia deixar de lado quando preciso. que eu não precisava pensar nisso como parte de mim, como isso me afeta.

e agora eu penso nisso. é quem eu sou, vai me definir em várias maneiras. não t...

nov 9 2018 ∞
nov 10 2018 +

eu não sei, é verdade que toda essa graduação foi fortemente afetada por minha falta de confiança e acomodação. se eu desde o início tivesse me esforçado para aprender a parte prática, ter estudado a fundo e me fortalecido em questão de execução, eu poderia estar em outro lugar agora, não tendo que me preocupar onde me encaixo.

mas em contrapartida, por que eu não fiz isso? eu realmente quero isso para minha vida? lembro que os momentos que eu mais gostava, eram disciplinas teóricas. tudo bem, minha resistência à aprender a prática pode ter sido sim falta de confiança, medo, insegurança.

mas e se eu pudesse aprender, eu iria querer?

se eu pudesse ser uma ótima designer eu estaria feliz?

nov 9 2018 ∞
nov 9 2018 +
  • filosofia
  • história da arte/ do design
  • história
  • sociologia
  • psicologia

eu gosto de qualquer coisa teórica, ou que remete à história e entender o mundo. gosto da parte teórica da física, me interesso por cosmologia/astronomia (?), e sempre fico imersa tentando entender questões do universo.

nov 9 2018 ∞
nov 9 2018 +
  • notar o que você sente (anotar)
  • tentar fazer coisas novas sempre (podem ser "besteiras")
nov 9 2018 ∞
nov 9 2018 +

Realmente, o mundo é uma grande piscina de energia. Atração. Estamos constantemente atraindo e repelindo coisas, pessoas, momentos.

Basta começar a pensar em algo, e aquilo é tudo (ou quase tudo) que se vê.

A mente engana mais do que eu gostaria, mas também proporciona alguns momentos. Ainda assim, fico preocupada. Até onde o que vejo é o que quero, e não mais uma enganação da minha mente que tenta tanto achar um interesse de verdade? Ou eu me interesso por todas essas coisas que vejo? Ou vejo tudo que tenho interesse em determinado momento, pelo simples fato de ter dado atenção a tal coisa?

E isso ao menos importa de algum jeito?

jan 18 2019 ∞
feb 27 2019 +
  • adquirir roupa de exercício
  • criar um estilo mais forte

- "descartar" peças -> reduzir guarda roupa - adquirir peças ao longo do ano condizentes com estilo

  • organizar livros

- ler livros

jan 10 2019 ∞
jan 10 2019 +

Seja clara, ninguém gosta de meias palavras.

Você fica chateada com meias palavras.

Say what you mean

jan 1 2019 ∞
jan 1 2019 +

show de Duda Beat (16/12) muito bom, meu tipo de rolê. Achei que não ia ser muito bom, mas chegando lá encontrei amigos, e fiquei meio doidinha, não parei quieta e dancei um bocado também, e foi muito divertido também

Além disso B veio aqui pra casa e ficamos ouvindo música e fumando very cool

No show pensei muito em "ningum et mira" na hora vendo o seriado nessa parte achei meio bobo, mas acabou me ajudando muito hj

dec 16 2018 ∞
dec 16 2018 +

Tomei a 2 dose só hj (28/11) as 12h

Vou tentar manter agora de 2 em 2 horas, porém também sem me sentir mal que perdi as outras doses, thats just how life be sometimes

nov 28 2018 ∞
nov 28 2018 +

tomei o remédio pela primeira vez hoje (27/11) às 19h

estava me sentindo bem, calma. tinha acabado de meditar, já estava me preparando para isso

nov 27 2018 ∞
nov 27 2018 +
  • por fim, também venho pensando em carreira, ser profissional etc e notei que não consigo me ver fazendo nada? e isso me deixa desesperada. vivo muito pensando no futuro mas na verdade é que vivo me desesperando pelo futuro, mas parando pra pensar o que acho que vai acontecer.. eu não tenho ideia e não consigo visualizar
  • mas pensando mais, notei que também (qnd na psicologa surgiu os questionamentos de se eu realmente gosto) que o que eu gosto do curso de design, são coisas que eu já gosto desde sempre mas não necessariamente eu gostaria de atuar em design (procurar aqui o post que falei de coisas que gosto em questão de carreira)
  • notei que eu não quero atuar realmente, me lembrei de momentos que pensei "mas se eu me esforçar talvez consiga ser uma designer aceitável" mas nunca senti que estava feliz nisso, então sim tem outros ...
nov 22 2018 ∞
nov 22 2018 +

sempre me sinto desconfortável com a quantidade de privilégios que tenho sem ter de fato merecido, porém fico triste pensando que tenho muito medo de sair dessa bolha

nov 13 2018 ∞
nov 13 2018 +
  • sing street
  • pride
  • the handmaiden
  • the miseducation of cameron post
  • whisper of the heart
  • malévola
  • moana
  • the help
  • easy a
  • your name
  • big hero 6
  • the theory of everything
  • to all the boys i've loved before
  • disobedience

(02/19)

  • frances ha
  • julie & julia
  • renoir
  • mary shelley
  • loving, vincent
nov 12 2018 ∞
feb 27 2019 +

porém também gosto de processos criativos, do criar - mas ao mesmo tempo começo a enxergar isso como algo à parte (?)

é como piano, que eu gostaria de voltar a aprender como lazer ou vídeos que me divirto fazendo ou desenhar que gosto, mas ao tornar uma obrigação perco o traço (embora pense que poderia comercializar se fosse algo que fiz por mim, sem pressão)

mas enxergá-los como uma profissão tira todo o encanto. Não me sinto bem criando sob pressão, ou entrando em uma bolha competitiva, muito menos duvidando de mim mesma e do que posso vir a criar¹. além disso, não me vem como algo que quero fazer seguir em um trabalho na área de design

¹embora isso seja muito mais uma questão minha, do que da profissão

nov 9 2018 ∞
nov 9 2018 +

eu sou minha própria pessoa, eu me pertenço

nov 9 2018 ∞
nov 9 2018 +

"reciprocidade é você escutar as pessoas, ser sensível as necessidades delas e você respeitar as suas necessidades e se escutar"

nov 9 2018 ∞
nov 9 2018 +
  • Motivação fraca
  • "Esforço" pra fazer coisas "pequenas"
  • Muitas tarefas tiram minha energia
  • Quando paro, é ainda mais difícil voltar
  • Identifico o que me afeta, mas não encaro de fato, acabo ignorando e ao passar do tempo se torna mais difícil, me fazendo perder energia
  • Resistência em encarar sentimentos
  • Tudo isso me atrapalha de verdade, mas tenho dificuldade em reconhecer isso, porque as emoções vem pesadas, mas ao irem embora parece que nunca estiveram aqui
  • Paralisação no presente por sempre estar tentando decifrar o futuro (cria medo)
nov 8 2018 ∞
nov 9 2018 +
  • Querer entender melhor a espiritualidade, minha conexão com a natureza, entrar em contato comigo mesma
  • Não conseguir fazer coisas por não me sentir capaz, ou não ter motivação, precisar de algo que me dê o "empurrão" ??
  • Não adianta me sentir mal e errada por não fazer coisas, se não consigo me mover
nov 8 2018 ∞
nov 9 2018 +
  • encontrar equilíbrio
  • adquirir estabilidade
  • adquirir auto-conhecimento
  • fazer o que gosto
  • ser mais leve
nov 7 2018 ∞
nov 9 2018 +

You do not have to be good. You do not have to walk on your knees for a hundred miles through the desert repenting. You only have to let the soft animal of your body love what it loves. Tell me about despair, yours, and I will tell you mine. Meanwhile the world goes on. Meanwhile the sun and the clear pebbles of the rain are moving across the landscapes, over the prairies and the deep trees, the mountains and the rivers. Meanwhile the wild geese, high in the clean blue air, are heading home again. Whoever you are, no matter how lonely, the world offers itself to your imagination, calls to you like the wild geese, harsh and exciting - over and over announcing your place in the family of things.

Mary Oliver (Wild Geese)

jan 18 2019 ∞
jan 18 2019 +

os sentimentos bons duram tão pouco, os ruins se demoram demais

me sinto boba porque estou preocupada com parecer doida

e não consigo começar a pensar em fazer o tcc de novo

ainda não sei quase nada do mar, especialmente não sei nada de mim :/

dec 18 2018 ∞
dec 18 2018 +

eu sempre torno a situação em algo maior. me atrasei 20 minutos do horário marcado para ir pro enade, e meu pai falou algo do tipo "qual sua dificuldade em cumprir horário?" e pra ele era só isso, ele tava questionando o porquê de "eu não ter mais compromisso", que eu deveria ter acordado mais cedo, e ido no horário certo. mas eu transformei isso em várias outras coisas.

eu não queria ter que pensar isso agora, mas notei que o que eu faço é não dar atenção ao pensamento, mas que ele tá aqui e me impede de fazer qualquer outra coisa, então não é uma escolha -

o problema é que pra mim, é sempre outra coisa. o enade foi a ansiedade chegando desde que fui convocada, quando tive que tirar a foto, em todo pensamento que foi deixado de lado de não saber fazer a prova, foi pensar em me formar, foi perder a identidade, foi ter que ir até a deleg...

nov 26 2018 ∞
nov 26 2018 +
  • visto o que já disse, e tudo que vem mudando e as coisas que já venho percebendo, também preciso ser honesta em questão do que me afeta, e a intensidade que isso tem. notei que tenho alguns problemas que me afetam bastante que podem ser potencializados por outros fatores (como a tpm), mas que existem fora deles tb
  • muitas vezes essa fase de distanciamento e desconforto com eles dentro de casa e não querer ser vista acontece juntamente com a tpm, mas não é algo ligado só a tpm. percebi que muito do meu sentimento de não estar melhorando é porque continuo tendo alguns comportamentos (como não conseguir sair do quarto, não comer etc) e aí nesses momentos parece que não progredi nada, e que não tem como eu melhorar e vou perdendo tudo que fui construindo e com isso, a sensação é de estar afundando. e só agora percebi que precis...
nov 22 2018 ∞
nov 22 2018 +
  • após esse momento, que já vinha me sentindo um pouco mais pra baixo, com as coisas da faculdade, em casa, falta de vontade de socializar realmente, acabou que foi um momento onde pude prestar atenção mas em mim (?) então também notei mais claramente meu corpo, entendi que tava pesando mais por conta da tpm
  • comecei a levar meditação, uso de pedras como algo pra praticar mesmo, e está me fazendo bem além de que percebi muito mais fortemente a importância de se conhecer¹
  • percebi muito mais a falta que o pilates está fazendo e pretendo voltar

¹ mas também as vezes fico meio doida com essa questão do "o que é se conhecer?" e me perco um pouco e fico agoniada pensando se talvez eu nunca me conheça

nov 22 2018 ∞
nov 22 2018 +

"sabe o que falta na gente, digo nas pessoas da nossa idade? Coragem. A gente tem medo de tentar" - taine

nov 14 2018 ∞
nov 14 2018 +
  • mergulhar no inconsciente
  • deixar as emoções virem
  • encarar os medos, as inseguranças
  • fortaleça sua independência, sua força interior
nov 9 2018 ∞
nov 9 2018 +
  • os sem floresta
  • expresso polar
  • os incríveis
  • ponte para terabítia
  • a bela e a fera
  • tarzan
  • cinderela
  • mary poppins kkk
  • midnight in paris (?)
  • eurotrip
  • o melhor amigo da noiva
nov 12 2018 ∞
nov 12 2018 +
  • Estar presente, esteja no momento
  • Pratique a confiança em si mesma
nov 8 2018 ∞
nov 9 2018 +

o que eu posso fazer? o que eu quero fazer? do que eu gosto?

nov 9 2018 ∞
nov 9 2018 +
  • as vezes fico agoniada pensando todas as fraquezas do tcc q acabo criando varias outras na minha cabeça?
  • de repente nada parece ser tao legal quanto antes e eu fico sos
  • ao mesmo tempo estou gostando da nova direção
nov 7 2018 ∞
nov 7 2018 +
  • as vezes penso que tudo pode ser incerto
  • no que acreditar?
nov 7 2018 ∞
nov 9 2018 +
  • minhas emocoes vem pesadas mas qnd passa parece q nunca aconteceu nada
  • tenho vergonha de falar como me sinto de vdd
  • me cansa ter que estar em situacoes sociais o tempo todo
  • as vezes qnd to ficando meio inquieta por alguma razao vou tentando me acalmar mas parece q toma muita energia?? e ai vai ficando mais dificil
nov 7 2018 ∞
nov 9 2018 +