• meraki (v); do grego: fazer algo com a alma, criatividade ao amor. colocar parte de si em algo que está a fazer.
  • petrichor: (s.) o cheiro de terra após a chuva.
  • vernalagnia: (s.) clima romântico provocado pela primavera.
  • mauerbauertraurigkeit: (s.); do alemão: O impulso inexplicável de afastar as pessoas, até amigos próximos.
  • jouska: (s.) uma conversa hipotética que você tem compulsivamente na sua cabeça.
  • kalopsia: do grego: a ilusão de as coisas serem mais belas do que realmente são.
  • shoganai (しょうがない); do japonês : pode ser traduzido literalmente como “não há o que fazer”. No entanto, a utilização dessa palavra não tem a intenção de desencorajar ou desesperar. Esse termo possui o propósito de incentivar as pessoas a aceitarem as coisas que estão fora do seu controle.
  • hikikomori (引きこもり); do japonês :é um termo criado para designar pessoas que vivem isoladas socialmente. Essas pessoas deixam de trabalhar e estudar passando a viver, na maioria das vezes, às custas dos pais ou parentes.
  • palinoia: do grego: a repetição obsessiva de um ato até ser perfeito/dominado.
  • cwtch: do galês: um abraço, um lugar seguro fornecido pela pessoa amada.
  • forelsket: do dinamarquês: a euforia de se apaixonar.
  • bel hevi: (s.) "estômago pesado". um sentimento tangível e pesado, muitas vezes experimentado em conjunto com tristeza profunda.
  • datsuzoku: (s.); do japonês : Quebra de um hábito ou rotina diária. uma vida ilimitada por convenção.
  • koi no yokan: do japonês: ao conhecer alguém, o sentimento de que vocês dois podem logo se apaixonar.
  • serendipity: (s.) a capacidade de fazer descobertas afortunadas por acidente.
  • natsukashii: (adj.) do japonês - なつかしい é uma transição para um estado de espírito - nostalgia pelo passado, Às vezes com implicações de nostalgia sobre um passado perfeito que nunca existiu.
  • philocaly: (s.) amor pela beleza.
  • philocalist: um amante da beleza. alguém que encontra e aprecia a beleza nas pequenas coisas.
  • chonseng yeonboon: em coreano; "casal destinado a ficar junto no céu". alma gêmea.
  • dolce far niente: (exp.) do italiano; lit. "a doçura de não fazer nada". suave indolência ou relaxamento indulgente. o prazer de estar ocioso.
  • vipassana: em pali; enxergar a verdadeira natureza da realidade. insight. ver as coisas como elas realmente são.
mar 19 2017 ∞
feb 19 2019 +